quarta-feira, agosto 05, 2009

Nuvens



Nuvens que sou eu
eu que modifico as formas
que desenha um novo sentido

eu que nuvens desenham uma forma
de viver nas nuvens que agora desenham minha face ...
meu eu
e nesse emaranhado
aprendo com as formas das nuvens
que modificam no vento.
no destino das nuvens me escondo
no destino das nuvens estou eu.

Nuvens que crescem

Nuvens que se apagam
Nuvens que se transformam
Nuvens que desenham
Nuvens que no movimento
Nuvens desejam
Nuvens que se fundem
Nuvem que me confundem
Nuvens que são ilusão
Nuvens que formam
Nuvens

Que as nuvens nos tragam um grande aprendizado sobre a existência e destino da vida
Com as nuvens trabalhamos a auto-entrega, a integração através de desenhos e formas
As nuvens vão se encontrando e no singelo toque mudando suas formas, como nós
quando conhecemos pessoas e situações
mudamos nossos desenhos internos, nossas formas para adaptarmos as novas experiências,É inevitável que as nuvens nos levem ,representando a vida. Os desenhos e formas das nuvens é uma grande ilusão para vivermos essa doce experiência, a vida...
no final somos uma nuvem só... A consciência individuada desaparece através de uma única forma, a forma da nuvem. O vento carrega as nuvens representando a experiência única, a nuvem mostra como a vida seria bela se entendêssemos sua sutileza, sua leveza, A Simplicidade.



:)Syl Palumbo Scrocco