terça-feira, setembro 29, 2009

na primavera ...talvez descubro minhas vertentes


Surpreendo-me com o tempo
cada minuto onde minhas palavras
desnudam
descobre alguém ainda que desconheça
talvez a mais verdadeira
talvez a ilusão
me vendo
onde nem sei onde estou
e nos segundos
a inesperada surpresa
de quem ainda não sabe quem é
de quem ainda não sabe que quer

foto e poema de Sylvia Palumbo Scrocco