segunda-feira, fevereiro 08, 2010

ruas e memórias

Não sei se é fantasia
não sei se é realidade
as memórias são profundas.
circunstanciais
as ruas tem espaço
tem seu tempo
tem sua história
a memória regredida

Agora se encontra perdida...
São elas perfeitas

As imagens, as marcas
o nascimento, o contratempo
cheias de detalhes
sem o saber da verdade
sem o sabor da realidade

Não sei por onde andei

Ruas que talvez

Percursos que caminhei

Caminhos da identidade

Nas ruas, um momento de liberdade

Um instante de vaidade

Uma fantasia

A verdade


SYL:)