segunda-feira, março 29, 2010

O som

Quando amanheceu
uma linha horizontal sem fim
sensibilizava meus sonhos
na penumbre noite
a escuridão era apenas um detalhe
tudo parecia sem sentido
sem ação
era o tempo que parecia ter parado
por um instante
visto pelo meu coração
que amanhecido não sentia nada
estava indiferente
não havia a dualidade
a felicidade e a tristeza desaparecia
desconectada de tudo
podia agora ver o nada .
deslocada pela linha
pude vislumbrar um dia completamente
vazio ...perdida entra a musica e sem sonhos
desaparecia na respiração.
fundia me no som ...na melodia
e só me lembro que ouvia
belas musicas
SYL:)