segunda-feira, abril 19, 2010

Sou

Gosto do exagerado,
do inacabado.
Gosto dos destemperados,
dos maus amados.
Gosto do inesperado,
do tempo não usado.
Gosto das tempestades,
das tormentas
Gosto de menta .
Gosto do desapegado,
do livre ,
do apegado.
Gosto da vida desamparada,
da vida errada,
do caminho torto,
Rebelo-me.
no que é certo
Tropeço na verdade,
da minha vaidade.
Sou a liberdade...
a transitoriedade
Sou a prisão
dentro do meu coração .
Sou a desapegada,
na personagem que não conheci
Sou e
gosto de ser
Não sou,
não almejo crescer
Sou o presente
Syl:)

sexta-feira, abril 16, 2010

Poemas são gotas da vida; carregadas de dores e sentimentos; emoções tingidas da cor rubra do coração "

quinta-feira, abril 01, 2010

A fantasia

...
Lúdico ...imaginário...sensorial
São meus sonhos