sexta-feira, novembro 25, 2011

Há uma espécie de conforto na auto condenação. Quando nos condenamos, pensamos que ninguém mais tem o direito de o fazer.

Oscar Wilde